SQL Server 2012 – Mudanças de licenciamento

Vem aí mudanças importantes de licenciamento no SQL Server 2012!

A primeira grande mudança é que teremos uma nova edição, Business Intelligence, interessante para quem deseja fazer BI mas não precisa das funcionalidades da edição Enterprise e as funcionalidades da Standard não são suficientes. Na edição de BI, estarão presentes inclusive as integradas ao SharePoint, tais como o novo Power View, DQS, MDS, Power Pivot for SharePoint. Só será possível adquirir esta edição por CAL.

Também não será mais comercializada a edição Enterprise por CAL, apenas por core, não mais por processador físico. O preço por cada core será aproximadamente 1/4 do preço atual por processador.

A edição Standard poderá ser adquirida tanto por core quanto por CAL.

Para quem já tem SQL Server com Software Assurance, o direito de upgrade se estende até 20 cores por licença de processador, mas isso ainda será confirmado.

TDE (Transparent Data Encryption), auditoria avançada, ColumnStore, compressão e particionamento continuam exclusividade da edição Enterprise, o que faz sentido, já que são relevantes em bancos de dados bem maiores.

image

Os preços da tabela ilustram as ordens de grandeza que devem se esperar para o SQL 2012 para o licenciamento OPEN.

O preço da CAL será 27% mais caro e será uma única CAL para as 3 edições. Isso reforça como é vantajoso adquirir o Software Assurance para minimizar o impacto de potenciais aumentos de preço de novas versões.

 

 

 

 

O AlwaysOn pode ser usado nas edições Standard e BI em até 2 nós. Na edição Enterprise, ela pode ser usada em até 5 nós.

Para maiores informações, consultem

Anúncios
Categorias:Uncategorized

Case da Ávila Soluções no BI Conference Brasil

Nesta terça-feira (13/12), tive o prazer de participar da segunda edição do BI Conference Brasil, um evento da Microsoft dedicado ao Business Intelligence no WTC Sheraton em São Paulo, onde participaram cerca de 400 pessoas. Na parte da manhã, tivemos uma ótima palestra com Thiago Zavaschi e Lívia Santos trazendo as novidades do SQL Server 2012. Grande destaque para o PowerPivot, que na versão RC0 já traz a empolgante funcionalidade de exportar para PowerPoint, permitindo ao usuário manter a experiência interativa ao visualizar os slides em modo de apresentação.

Em seguida, uma palestra espetacular do Carlos Alberto Sardenberg, trazendo uma coletânea da situação econômica brasileira no contexto internacional, traçando históricos, mostrando tendências e vários indicadores econômicos do Brasil ao longo dos últimos anos e com projeções para 2012 e 2013. Sardendenberg, além de exímio apresentador, possui uma inteligência e perspicácia notáveis. Ele consegue consolidar um grande volume de informações, situá-las e contextualizá-las no tempo e traçar conclusões objetivas e reveladores sobre o cenário econômico e o futuro para o qual devemos estar preparados. Impressionaram os números positivos do Brasil, em particular uma bastante pitoresca: somos o 3o. maior fabricante de cervejas do mundo, atrás apenas de China e EUA!

IMG_0673

Após a apresentação do Sardenberg, foi a vez de uma mesa redonda de altíssimo nível, conduzida por Mauro Peres, presidente do IDC Brasil. Participaram (da esquerda para a direita):

IMG_0674

  • Romulo Linhares, executivo da HP Brasil
  • Paulo Biamino, CIO da Kimberly-Clark
  • Mauro Peres, presidente do IDC Brasil.
  • João Nunes, Microsoft
  • Luiz Petitinga, presidente da Desenbahia
  • Júlio Gualter, gerente de BI da Amil

O Sr. Luiz Petitinga esteve na mesa redonda por indicação da Ávila Soluções, fruto do trabalho de nossa equipe na Desenbahia desde fevereiro deste ano. Foi muito gratificante ver em seu depoimento a empolgação de ter adotado da plataforma de BI da Microsoft com seus rápidos resultados para as diversas áreas da Desenbahia. É muito importante ver um caso onde o Business Intelligence auxilia um trabalho de concessão de crédito para o desenvolvimento de um estado nordestino que tem mantido taxas expressivas de crescimento, normalmente acima das taxas de crescimento do país. Fico muito grato com sua participação, que enriqueceu o evento, o conteúdo discutido e trouxe uma exposição bastante positiva para nossa empresa.

Muito interessante o depoimento do Paulo Biamino da Kimberly-Clark, que apesar de usar SAP que já vem com uma solução de BI incorporada no produto, preferiu adotar a plataforma de BI da Microsoft, principalmente pela maior facilidade de integração e respeito à diversidade de dados que ela proporciona.

Me marcou no depoimento do Júlio da Amil o fato que o BI é um processo contínuo na corporação. A Amil começou com o BI (nos termos que antes significavam a mesma coisa) em 2003.

Marcou no depoimento do Romulo Linhares o tratamento cada vez mais frequente de “big data” e o fato de que os processos é que precisam estar maduros para a implantação de um BI. Ter um ERP ajuda, mas não é absolutamente necessário.

Boa a observação do Mauro Peres sobre o livro “2 second advantage”, que ilustra bem o uso de BI para fornecer insights que auxiliam as corporações a tomarem decisões que propiciam vantagens em um mercado cada vez mais competitivo.

Após o almoço, houve 2 tracks de palestras à tarde, uma linha mais voltada para negócios e outra trazendo um conteúdo mais técnico. Também tivemos a presença de patrocinadores importantes para o evento, como a uCube e a Niteo, especializadas em construção de soluções de BI centradas na plataforma Microsoft. Ambas exibiam em seus estandes soluções de BI para dispositivos móveis com bastante flexibilidade, interatividade e excelente apresentação visual.

IMG_0676IMG_0677

Além de tudo, muito bom encontrar os grandes gurus: Thiago Zavaschi, Nilton Pinheiro, Diego Nogare, Daniel Camillo, Bruno César e Eder Berenguer.

Nos encontraremos novamente ano que vem!

Categorias:Uncategorized

Instalando o SQL Server 2012 RC0

Instalei ontem o RC0 em minha máquina. Tudo muito tranquilo, mas vale a pena passar pra vocês alguns detalhes importantes pra economizar tempo antes, durante e depois da instalação:

1. O RC0 não dá upgrade do Denali CTP3. Como eu tinha ele instalado, tive mais esse trabalhinho. Quem tiver ele instalado, precisa desinstalar antes. E depois de desinstalar, é importante reiniciar.

2. É pré-requisito instalar o VS2010 SP1. Também tem que reiniciar depois.

3. É preciso ter a mídia de instalação do VS2010, ele pede durante a instalação.

4. Agora não tem mais BIDS, é tudo 100% integrado no VS2010. Ele tem um item da instalação chamado “Data Tools”, que corresponde ao VS2010 Shell.

Categorias:Uncategorized

Licenciamento do SQL Server em ambientes virtualizados

Pessoal, vale a pena conferir o post no blog do Thiago Zavaschi sobre uma dúvida comum de licenciamento de SQL Server em ambientes virtuais:

http://zavaschi.com/index.php/2011/08/sql-server-virtualizado-e-ambientes-hbridos-virtualizado-no-virtualizado-licenciamento-por-processador/#more-393

Categorias:Uncategorized

Novas certificações para o Denali

Segundo o blog de James Serra, as certificações de Denali estão se encaminhando para terem apenas 2 tracks (Business Intelligence e Database Admin) ao invés das 3 tracks atuais (Database Admin, Database Dev e Business Intelligence). Serão 4 provas em cada track, ao invés de duas, mas uma das provas será comum a ambos tracks: Writing Queries with T-SQL.

As provas do novo track de BI serão:

  • Writing Queries using T-SQL
  • ETL Developer
  • BI Developer
  • BI Architect

As provas do novo track de Database Admin serão:

  • Writing Queries using T-SQL
  • Implementing, configuring and Maintaining SQL Server
  • Building, Supporting and Developing Databases for SQL Server
  • Designing Database solutions for MS SQL Server
    Com isso, a carreira de BI ganha ainda mais destaque.
Categorias:Uncategorized

Apresentações de BI

Fabio palestrando

Não tenho reservado tempo para manter este blog atualizado, mas com tanta coisa importante acontecendo no universo do SQL Server, I’m back!

Nas últimas semanas, fiz duas apresentações de BI em universidades, na UPE e CIN/UFPE. Foram palestras rápidas de 1h cada, dando uma visão geral do mercado de Business Intelligence e da plataforma de BI da Microsoft.

Os slides estão disponíveis para download aqui.

Categorias:Uncategorized

TechEd 2010 SP – primeiro dia

Hoje foi o primeiro dia do TechEd no Expo Center Norte, em São Paulo. A keynote da manhã foi simplesmente fantástica! Foram muitos os temas abordados em 3 horas e meia de palestras, num formato super dinâmico pra o público de aproximadamente 2.000 pessoas. Foram mostrados recursos de gerenciamento de máquinas virtuais de estações pelo System Center com alocação dinâmica de memória (inclusive aumentando a memória física da VM conforme necessidade), alocação de mais VMs dinamicamente pra atender uma aplicação em 3 camadas. Também foi mostrado o Windows Phone, e sua tela inicial com os quadrados dinâmicos parece ser muito produtiva de se acessar as informações relacionadas aos contatos de forma integrada e simples. Foram mostradas as novidades do novo Hotmail “wave 4". Luís Felipe Pimenta mostrou vários recursos de BI do SharePoint 2010, inclusive a nova decom tree que foi trazida do produto da ProClarity. Também foi mostrada uma aplicação fantástica para Tablet PC, que está sendo usada pelo Palmeiras para substituir a prancheta de simulação de jogadas. Mostraram o novo Kinect para Xbox, com dois jogos manipulados apenas pelo corpo, sem a necessidade de controle. O foco das apresentações foram aplicações rodando na nuvem – dando ainda mais ênfase à bola da vez na Microsoft, o Azure. Foi mostrada uma ferramenta para migrar todos os dados de Exchange para o BPOS. Foi tanta coisa em 3 horas e meia que fica praticamente impossível lembrar tudo.

À tarde, valeu demais a palestra de SharePoint 2010 com Rodolfo Roim e Hélio Sá Moreira, onde ficou clara a completa integração do Visual Studio 2010 com o SharePoint 2010. Agora ficou muito mais fácil desenvolver web parts e estender o SharePoint. Obter dados externos ficou muito mais simples com o BCS (Business Connectivity Services). Os workflows ficaram mais fáceis de usar e agora podem ser associados a um content-type, que pode posteriormente ser usado em um campo. As sandboxed solutions permitem que uma aplicação SharePoint rode em um processo separado, e se for mal-comportada e consumir mais recursos do que deveria, não compromete o processo do SharePoint em si. O gerenciamento e design de master pages, no entanto, continua necessitando de melhorias. E quem tiver um ambiente fortemente customizado em SP 2007, terá um desafio ainda maior pra enfrentar na migração pra 2010. Nem tudo é perfeito, nem mesmo o SharePoint (o Hélio talvez discorde disso)…

Em seguida, fui à palestra do Steve Fox, que demonstrou funcionalidades do SharePoint no keynote pela manhã. Ele mostrou um exemplo de implementação usando Javascript manipulando uma Web Part de Excel Services sem precisar salvar a planilha. Também mostrou vários exemplos de customização usando Silverlight e BCS.

Pra terminar o dia, palestra do Luís Felipe Pimenta e André Hass sobre o dia-a-dia de um DBA: uma oportunidade descontraída de trocar idéias sobre a carreira e o mercado onde o DBA está inserido. Pena que as perguntas estavam muito técnicas e acabamos falando pouco da carreira e mercado e muito sobre dúvidas básicas do público sobre SQL Server em si.

Categorias:Uncategorized